Como nós, doulas, educadoras perinatais e todos os profissionais da assistência ao parto; podemos melhorar a nossa qualidade de atenção nesse momento que estamos vivendo de reclusão?
Nesse momento de pouco contato físico e presencial?

Como podemos oferecer um atendimento de qualidade nesse lugar virtual?

Durante esses meses; estive nesse lugar virtual com o respaldo do modelo da minha assistência, que sempre teve foco na preparação do casal para o parto.

Foco no olhar durante a gestação, para essa preparação para o parto; para a família viver o processo bem inteiro, o casal bem junto, integrado; em um lugar de protagonismo de pessoas bem informadas.

Sempre me dediquei a transmitir a informação e auxiliar o casal a encontrar uma potência em si. E sinto que quando a gente transferiu esse atendimento para um lugar virtual; muita coisa mudou, porém muita coisa seguiu sendo bem aprofundada.

A mudança de Chave.

A possibilidade de mudança de canal; de mudança de chave, tornou-se viável a partir do momento em que o foco do atendimento não esteve na minha presença física durante aquele momento; mas sim na emancipação do casal enquanto potência.

Isso acontece quando a gente prepara o casal para atravessar as fases do trabalho de parto da melhor maneira possível.

O parto é muito metabólico e exige bastante da mulher e nós entramos para oferecer a luz que pode auxiliar a mulher a otimizar a energia; o tempo e o espaço durante aquele momento.
Entramos para auxiliar a mulher com ferramentas; que fazem a grande diferença para ela, para o processo dela.

Mesmo no ambiente virtual; podemos auxiliar a mulher a conhecer as suas opções para assim fazer suas escolhas; para a gestação e para o momento do parto.

Isso passa pela alimentação, pelo autocuidado, pela integração entre os membros da família; pelos itens que serão levados ao hospital, pelo plano A, pelo plano B etc.

O curso GESTAÇÃO E PARTO: FERRAMENTAS DE SUPORTE PARA PROFISSIONAIS vai falar, entre tantas outras coisas, sobre como podemos melhorar, otimizar, ampliar e aprofundar esse lugar de preparação para o parto mesmo no ambiente virtual.

Como abordar os cuidados durante a gestação, do olhar para o processo do companheiro ou da companheira durante a gestação e parto, do olhar para o campo do parto, sobre o que é esse campo do parto, sobre o papel da doula como guardiã desse espaço enquanto preservação desse campo.

Convido vocês a estar com a gente.

Você que deseja encontrar um olhar mais aprofundado para a assistência e necessita de um suporte para otimizar esse atendimento da gestante em meio a pandemia, quarentena e também quando tudo voltar.

por Maíra Duarte – Terapeuta Ayurveda, doula e educadora perinatal

Fotografia: Gabi Trevisan

Dance com seu Bebê em Casa – Dance Mãe e Bebê com Ana Zanesco

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

CONTATO

Para nós é importante saber como você está se sentindo com as informações que estamos compartilhando. Você pode mandar uma mensagem falando de que forma esse conteúdo lhe tocou.

Enviando

©2020 Instituto Aripe - pós Parto e Puerpério Desenvolvido por V12 Brasil Marketing Digital

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?