Hayley Garnett é uma mãe americana que partilha seus momentos e reflexões sobre o pós-parto no instagram em The Littlest Havengee e num post ela pediu para o marido redigir um texto sobre seu corpo após a maternidade.

“Ela ainda tem o mesmo sorriso bonito, mente determinada, corpo em movimento e ética de trabalho forte como a garota pela qual me apaixonei há mais de 15 anos.⁣⁣⁣⁣⁣⁣ Ela ainda tem o mesmo senso de humor.⁣⁣⁣⁣⁣⁣
Ela ainda cheira muito bem e tem um gosto ótimo também.
O corpo pós-parto parece um pouco diferente, mas por que isso deveria ser um fator na minha vida?”

A seguir, confira o texto produzido pelo marido:

“Ela me pediu para escrever algo sobre seu corpo no pós-parto. Imaginei que seria fácil, mas depois comecei a pensar: sobre o que escrever? Claro, as coisas parecem um pouco diferentes – mas no grande esquema das coisas, nada mudou. As razões pelas quais me apaixonei por ela não tinham nada a ver com nenhuma das partes do corpo afetadas pelo pós-parto.

⁣⁣⁣⁣⁣Ela ainda tem o mesmo sorriso bonito, mente determinada, corpo em movimento e ética de trabalho forte como a garota pela qual me apaixonei há mais de 15 anos.⁣⁣⁣⁣⁣⁣ Ela ainda tem o mesmo senso de humor.⁣⁣⁣⁣⁣⁣ Seu cheiro me encanta. O corpo pós-parto parece um pouco diferente, mas por que isso deveria ser um fator que incomodasse minha vida? ⁣⁣⁣A pele macia e almofadada em volta do umbigo segurou os meus bens mais preciosos por 18 meses. As marcas mostram a força necessária para suportar o peso de duas lindas meninas que serão criadas por essa mãe.⁣⁣⁣⁣⁣⁣ Nada mudou ou alterou meu amor por minha esposa. ⁣⁣⁣Sou elogiado por ser um “ótimo marido”, mas isso não faz sentido. Estou literalmente fazendo o mínimo possível, amando minha esposa por quem ela é, imperfeições e tudo mais. ⁣⁣⁣⁣As imperfeições tornam o mundo divertido. Se tudo fosse perfeito e todas as mulheres fossem como as bonecas Barbie, não ficaríamos todos entediados? De que forma mostraríamos o que a vida nos fez passar?
⁣⁣⁣⁣⁣

Então, independente de como seja seu corpo, seja ele com cicatrizes, cirurgias, pêlos faciais, celulites ou uma barriga pós-parto, honestamente, quem se importa?

⁣⁣⁣⁣⁣⁣Ou quem deveria se importar com isso? Sejam bons um para o outro. Aprendam com os seus erros e com os erros dos outros. ⁣⁣⁣⁣Minha esposa não é perfeita e é isso que me faz amá-la.⁣⁣⁣⁣⁣⁣ E para os maridos por aí que não cumprem seu dever de pai: trocando fralda, cozinhando, limpando e dizendo à sua esposa como ela é linda – mudem isso, vocês são um TIME.

Eu deveria escrever sobre uma barriga… mas, honestamente, isso me afeta tão pouco que eu divaguei sobre todo o resto.”

Por  h a y l e y. g a r n e t t

4a Turma Psicologia do Puerpério com Alexandre Coimbra Amaral

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

CONTATO

Para nós é importante saber como você está se sentindo com as informações que estamos compartilhando. Você pode mandar uma mensagem falando de que forma esse conteúdo lhe tocou.

Enviando

©2020 Instituto Aripe - pós Parto e Puerpério Desenvolvido por V12 Brasil Marketing Digital

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?