No vídeo anterior desta Série o tema foi: O vínculo (assista AQUI), e seguindo nessa sequência, vamos falar do sentido do tato, que é fundamental para que a criança perceba a relação dela com o mundo.

A criança na primeira infância não percebe a separação entre ela e o mundo. É através da pele que começamos a compreender o nosso limite, na relação com o mundo, na relação com o outro. E isso vai sendo tecido através do vínculo, do qual já falamos no nosso último vídeo.

Como falamos com o bebê, como a nossa voz toca a sua pele, os seus ouvidos e o próprio toque da mão do adulto. O colo, o aconchego, o afago e o quanto isso traz segurança para o bebê.

O sentido do Tato

Na medida que o bebê vai crescendo, os estímulos que vamos oferecendo para que ele desenvolva o próprio tato se desenvolve. Que os objetos que oferecemos sejam ricos de texturas, de cores, de sensações e de formas. Deixando essa criança livre para explorar da forma que ela quiser. Ela vai descobrir coisas, elementos, relações com os objetos e com as coisas do mundo, que nós adultos não somos capazes de imaginar.

Quando oferecemos um objeto para uma criança, já mostrando para que esse objeto serve, estamos matando todas as outras possibilidades de relação com esse objeto que ela pode desenvolver. Justamente por não saber, ela vai explorar, desenvolver e brincar.

Desenvolvimento cerebral

Nessa brincadeira, nessa relação com esse objeto, ele vai desenvolvendo tato e tantos outros sentidos que vamos falar ainda. E isso é o que vai estruturando todo o desenvolvimento cerebral do bebê. As sinapses vão acontecendo e são a base para todo o aprendizado que vem ao longo de toda a vida.

Vamos falar especificamente de quatro sentidos, embora estejamos acostumados a ouvir dos cinco sentidos. Convidamos Rudolf Steiner para a pensar junto conosco sobre os sentidos. Rudolf Steiner expande os sentidos para 12, não vamos falar de todos eles aqui, mas vamos focar na primeira infância. Ele diz que a criança está desenvolvendo, claro que todos os sentidos, mas especificamente o tato, o sentido do movimento, o sentido vital e o sentido do equilíbrio.

O sentido do Movimento

Na mesma maneira que falamos da relação do bebê com o objeto, se dá a relação do desenvolvimento motor, do movimento da criança. É importante que ofereçamos a criança espaços e condições para que ela se desloque e se movimente livremente. Vamos falar mais sobre o movimento no próximo encontro, sobre o primeiro ano e desenvolvimento do andar. Mas neste vídeo já podemos compreender que para a criança desenvolver plenamente a sua motricidade, ela precisa de liberdade, precisa descobrir por ela mesma, precisa ela mesma experimentar as relações do corpo com o mundo.

O sentido Vital

O outro sentido de que falamos, que Steiner nos ensina, é o sentido vital, que tem a ver com o bem estar da criança. É importante que observemos se a criança está bem, como está sua saúde, se ela está tranquila. Caso eu esteja em um ambiente em que a criança fica agitada, é importante observar o que há nesse ambiente que deve estar agitando e incomodando. O que ela está sentindo? É o que fazemos: a criança tá chorando? É fome? Está com a fraldinha seca? Precisa trocar? Esse cuidado que fazemos para o bem estar da criança.

Esse é o desenvolvimento do sentido vital e que tem relação com o ambiente em que essa criança está. Que seja um ambiente seguro, tranquilo, na medida do possível, para que ela se desenvolva plenamente.

O sentido do Equilíbrio

E o último sentido que vamos falar desse primeiro começo da vida, é o sentido do equilíbrio. Ele está muito ligado ao sentido do movimento. Podemos observar que todos eles estão entrelaçados.

Então, no desenvolvimento motor a criança também vai desenvolvendo o sentido do equilíbrio. Por isso é importante que a criança seja livre para se deslocar, para se movimentar, para experimentar por conta própria.

No próximo encontro, vamos falar sobre o desenvolvimento do andar e vamos entender melhor essas relações entre sentido do movimento e o sentido do equilíbrio, como já nos referimos nos estudos de Steiner que também fala nesse mesmo período da vida. Convidamos você a nos acompanhar no próximo vídeo aqui no blog do Instituto a Aripe.

 

Mariene Perobelli é mãe,atriz, trabalha com formação de professores e é pesquisadora do
desenvolvimento da criança. Nesse vídeo, nós vamos falar sobre o tema do desenvolvimento dos sentidos da criança no começo da vida.

Baixe o E-Book – Desenvolvimento Saudável da Criança 0-3

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

CONTATO

Para nós é importante saber como você está se sentindo com as informações que estamos compartilhando. Você pode mandar uma mensagem falando de que forma esse conteúdo lhe tocou.

Enviando

©2018 Instituto Aripe - pós Parto e Puerpério Desenvolvido por V12 Brasil Marketing Digital

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?