Ainda falando no processo de preparação para o parto; uma coisa que eu gosto bastante de trazer para o casal e falar durante a gestação, é sobre o puerpério.

Processos emocionais e operacional da casa no puerpério

Eu acho importante a gente olhar para os processos emocionais que estão sujeitos a circular e se manifestar no puerpério e também falar sobre o operacional da casa:

  • Sobre quem vai trocar o lixo do banheiro que vai encher dez vezes mais rápido.
  • Sobre quem vai lavar as roupas extras que existem quando se tem um bebê em casa.
  • Sobre quem vai cozinhar para a puérpera, que precisa se alimentar para ter energia pra amamentar, que precisa estar descansada para os hormônios da amamentação circularem bem.
  • Sobre quem é a rede de apoio daquela família.

Quem são as pessoas da comunidade que podem apoiá-los durante todo o processo?

Trazer um olhar para isso, pois olhar para isso enquanto se vive, é muito mais delicado.

Claro que não temos como saber como será o puerpério de cada mulher; pois a mesma mulher, o mesmo casal pode viver processos diferentes de puerpério em cada parto vivido; com a chegada de cada filho.

Sempre é diferente, mas a gente pode se organizar até financeiramente para isso, se possível e quando possível…

Fazer escolhas que contemplem mais um cuidado com a mulher no puerpério, com algum atendimento que cuide dela ou do companheiro, ou até mesmo dos dois.

Saber quem são as pessoas da família, quem são os amigos que podem oferecer um cuidado, um auxílio para montar mesmo essa rede de apoio.

Sobre isso a gente pode falar durante o processo da gestação; durante o processo que a gente chama de preparação para o parto,mas não é só preparação para o parto.

É preparação para uma nova fase; para esse rito de passagem que é o parto e para tudo o que vem depois dele.

Podemos trazer um olhar para aquilo que vai se apresentar nessa jornada e o entendimento de que a gente pode com presença; com organização; com apoio e com informação viver aquilo de um jeito mais proveitoso, gostoso e cuidado.

Maíra Duarte – Terapeuta Ayurveda, doula e educadora perinatal.

Ilustração: Débora Borba

Dance com seu Bebê em Casa – Dance Mãe e Bebê com Ana Zanesco

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

CONTATO

Para nós é importante saber como você está se sentindo com as informações que estamos compartilhando. Você pode mandar uma mensagem falando de que forma esse conteúdo lhe tocou.

Enviando

©2020 Instituto Aripe - pós Parto e Puerpério Desenvolvido por V12 Brasil Marketing Digital

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?