O momento nos pede calma.

Serão dias estranhos e intensos onde nosso pior inimigo será o tempo. Você vai ter tempo de sobra para estar com seu filho, seu companheiro ou companheira e com você mesma. Mas vai ter tempo faltando para respirar, para trabalhar, para fazer algo que não seja simplesmente estar.

Numa sociedade onde a pressa e produtividade são as variáveis que nos regem, o convite para a pausa é assustador, de fato.

E tudo bem sentir medo.

Medo de surtar, de não dar conta do que precisa ser feito, de enlouquecer com as crianças, de faltar, de adoecer. Como você vai cuidar desse vendaval de emoções que agora vão te atravessar, te mostrando que o controle é inexistente?

Tenho pensado que a busca pelo equilíbrio será algo em vão e que tempos estranhos nos convidam a pensar no possível. 

Por aqui, escolho abraçar o caos. Estou entregue, sem maiores resistências porque é tempo de sentir. E indico: fiquem mais tempo nos abraços, nos beijos, no café da manhã.

Por mais que tenham emails para serem respondidos, a urgência agora é outra. Se concentrem em estar, em olhar no olho, em dizer que ama.

Ninguém está atrasado para nada, o relógio gira na velocidade que deve, nem mais rápido e nem mais devagar. Vai ser cansativo sim, mas o saldo será positivo, porque vamos reaprender a conviver.

Apertem os cintos porque agora começa uma viagem maluca ao nosso centro. Precisamos lembrar de ser adultos para conseguir cuidar de crianças igualmente assustadas, ansiosas e entiadas.

Não é sobre mães boas, que brincam e divertem as crianças x mães ainda mais exaustas e sem saco.

É sobre encontrar o melhor jeito para atravessar tudo isso. Troquem vírus por vínculo nas conversas e cultivem essa prática em casa nos próximos dias.

por luabarrosf – Lua Barros, educadora perinatal, especialista emocional.

Dance com seu Bebê em Casa – Dance Mãe e Bebê com Ana Zanesco

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

CONTATO

Para nós é importante saber como você está se sentindo com as informações que estamos compartilhando. Você pode mandar uma mensagem falando de que forma esse conteúdo lhe tocou.

Enviando

©2020 Instituto Aripe - pós Parto e Puerpério Desenvolvido por V12 Brasil Marketing Digital

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?